O que fazer em Joanesburgo em 1 dia?

Quis o destino que minha chegada à África do Sul acontecesse em um 20 de novembro, quando, no Brasil, se comemora o Dia da Consciência Negra. Por estar hospedado na região de Sandton, aproveitei para fotografar a estátua de Nelson Mandela, que liderou o movimento negro contra o apartheid e também presidiu o país. Mandela morreu em 2013, mas, com toda certeza, seu exemplo permanece vivo na luta pela igualdade racial.

A moeda do país é o ZAR e comparado com o real, até que estamos bem na fita. Acaba sendo uma viagem dentro do orçamento para um brasileiro. Lembrando que a África do Sul não exige visto para entrada de turistas brasileiros.

Johhanesburg é a maior cidade da África do Sul, muito embora não seja sua capital. Também conhecida como #Joburg, esta metrópole tem menos de 150 anos e cresceu graças à corrida pelo ouro. Muitas ruas da cidade são estreitas, pois acreditava-se que depois que a caça ao ouro acabasse, Joburg se tornaria uma cidade fantasma. Com uma altitude de 1753 metros, o coração financeiro do continente é uma cidade vibrante e definida por alguns como uma terra de oportunidades.

Vista em uma das paradas do ônibus de turismo em Joanesburgo

Os brasileiros têm algumas opções de como chegar em Joanesburgo. Latam e South African contam com voos diretos que ligam Guarulhos a Joburg. A concorrência entre as duas empresas tem gerado diversas promoções. A companhia aérea angolana Taag também parte de Guarulhos, mas o viajante faz conexão em Luanda. Joanesburgo é o ponto de partida para quem deseja conhecer a bela e atrativa Cidade do Cabo, que é o meu próximo destino na Mãe África.

Para quem, assim como eu, não tem muito tempo em Joanesburgo, o CitySightseeing Joburg, aquele famoso ônibus turístico vermelho (Hop-On Hop-Off) é um passeio indicado. Além de ser acessível, custa 180 ZAR (52 reais) se comprado online, tem opção que inclui um tour pelo Soweto, neste caso o preço é 430 ZAR (123 reais). A primeira opção percorre pontos de interesse como Museu do Apartheid, Gold Reef City, JHB Zoo, Mining District, Carlton Centre, dentre outros. O visitante pode ficar em uma das paradas, caso deseje conhecer melhor, pegando o próximo ônibus (a cada meia hora). O tour parte de Rosebank, mas para quem estiver hospedado em Sandton, há opção de traslado gratuito em horários a serem consultados.

Por falar em Sandton, acredito que seja a melhor opção de hospedagem na África do Sul, afinal está colocada com um centro de compras e com o metrô que sai direto do aeroporto. É neste centro de compras que está a estátua de Mandela. Daqui você pega o transfer para o local de partida ao ônibus vermelho. Todos os pontos citados acima são indicados para quem faz turismo por aqui. Você pode conhecer todos ou escolher descer naqueles que lhe chama mais atenção.

*Valores referentes à cotação de dezembro de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *